Falta de segurança preocupa Vereador Daniel do Irineu

Divulgação gabinete vereador

A segurança pública do município de Contagem foi um dos temas discutidos na última reunião ordinária da Câmara Municipal. Durante o grande expediente, o vereador Daniel do Irineu (PP) fez uso da Tribuna Livre para lamentar o assassinato de Igor Fagundes Vieira, no domingo, dia 1, na porta de uma boate no bairro Novo Eldorado.

“Esse foi apenas um dos casos de violência registrados no estabelecimento. A vítima teve sua vida interrompida por um motivo bobo que acabou em tragédia. A recorrência de casos na mesma boate é preocupante. Não podemos fechar os olhos perante esses crimes, por isso, solicito uma fiscalização mais intensiva e rigorosa nesses locais”, afirmou, citando outros casos de ocorrência na mesma boate, e pedindo o acompanhamento da Câmara.

Histórico

No uso da palavra, o vereador Daniel do Irineu solicitou a mesa da Câmara e aos presentes que fosse feito um minuto de silêncio em memória do rapaz que foi assassinado. Logo em seguida, Irineu expressou toda sua indignação e destacou a preocupação com o recorrente histórico de assassinatos sempre no mesmo local.

Com recortes de jornais, o vereador apresentou a morte do jovem, Lucas, 25 anos, no mês de dezembro em 2016. “Jovem que despois de ser expulso da boate pelos seguranças da casa desapareceu na porta da boate e até hoje infelizmente nunca mais foi encontrado”, lembrou, ressaltando que eram três, dentre os muitos que já ocorreram naquela boate, desde sua inauguração e mesmo quando funcionava com outro nome. “Esse terceiro caso que apresento, ocorreu em 08/04/2016, uma briga que terminou com morte do jovem Cristiano Guimaraes, que foi agredido até a morte na porta da mesma boate”, enfatizou.

Daniel lembra que esse fato mexeu muito com ele, pois Cristiano havia estudado com ele na faculdade de Direito, em 2012. “Recordo que tomei conhecimento da morte do Cristiano pelos jornais, levei um susto. Fiquei mais impressionado pelo motivo da morte ser espancamento”, disse Daniel.

O vereador chamou a atenção de todos para os fatos e a situação da segurança pública. “Não foi apenas um fato isolado. São vários casos no mesmo lugar. Segurança pública é um problema que vem devastando nossa cidade”, lamentou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *