Brasil já tem a primeira agência especializada de verificação de ‘fakes news’

Para combater a onda das ‘fake news’ (falsas notícias) nada melhor do que ter o cuidado de conferir as informações antes de sair multiplicando notas, notícias e fofocalizando as coisas do mundo. Checar é um dos principais pilares do profissional de jornalismo/comunicação. “Antes de publicar qualquer reportagem deve-se checar tudo de novo”. Me lembro bem das palavras de um certo professor da faculdade. Não é que o mestre estava certo. Checar, não só as fontes das notícias, mas a própria notícia virou coisa mais séria do que pensávamos, a dez anos atrás.

Nessa avalanche de contextos e pretextos, em cima de um mesmo assunto, e o crescimento do acesso a internet, ler uma simples notícia se tornou numa possível armadilha, pois os desavisados de plantão podem fazer a leitura de algo que não existe, não existiu e pode ser que nunca exista, pelo fato da produção de falsas notícias. Assim, ler uma fofoca qualquer, principalmente, pelas rede sociais deixou de ser um simples ato a procura da curiosidade informação e se tornou num perigo sem precedente do leitor consumir um conteúdo falsa e o pior com o interesse de prejudicar alguém.

Desta maneira diversos veículos de comunicação e profissionais do segmento, comprometidos seriamente com a credibilidade e o valor da notícia, tem se dedicado para orientar e esclarecer a população a respeito do perigo das ‘fake news’, algo que como diria minha avó, ‘no Brasil tudo que não presta pega rápido’.  Tirando alguns tradicionais veículos de comunicação, onde ainda pode se confiar, na informação transmitida o melhor e fica atento.

Dentro desta perspectiva de universo da comunicação e produção de notícias, eis que surge uma luz nesse emaranhado de fatos nebulosos entrelaçados para o mal. Desta maneira um projeto interesse, no sentido de trazer clareza aos fatos, que se despontam na mídia brasileira, nasceu a Agência Lupa, a primeira fact-checking do Brasil, a primeira do país especializada em verificar o noticiário nacional. A Lupa foi criada em 2015 e portanto já está a três anos limpando um bocado de adereços e alegorias em muitos fatos da vida brasileira.

O  texto, abaixo, no site da Lupa explica qual a proposta da agência.

“A Lupa é a primeira agência de notícias do Brasil a se especializar na técnica jornalística mundialmente conhecida como fact-checking. Desde novembro de 2015, sua equipe acompanha o noticiário diário de política, economia, cidade, cultura, educação, saúde e relações internacionais para corrigir informações imprecisas e divulgar dados corretos. O resultado desse trabalho é vendido a outros veículos de comunicação e também publicado no próprio site da agência. Desde sua criação, a Lupa já produziu checagens em formato de texto, áudio e vídeo. Divulgou seu trabalho em jornais, revistas, rádios, sites, canais de televisão e redes sociais. Tanto no Brasil quanto no exterior. A Lupa integra a International Fact-Checking Network (IFCN), rede mundial de checadores reunidos em torno do Poynter Institute, nos Estados Unidos, e segue à risca o código de conduta e princípios éticos do grupo. Por este motivo, já foi convidada a representar o Brasil em eventos de alcance global como maratonas de checagem da Cúpula do G-20 e debates da eleição presidencial americana de 2016.”  Trecho do site da Lupa.

Que saber mais sobre essa iniciativa acesse e ficar atento em como conferir as notícias do Brasil e do mundo  o site o www.piaui.folha.uol.com.br/lupa/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *