Romeu Zema vence as eleições em Minas Gerais

 

 

 

 

 

 

 

 

Romeu Zema, do partido Novo, foi eleito com 77,14% dos voltos válidos para governador de Minas Gerais. O empresário, que pela primeira vez ocupa um cargo público, conseguiu superar a política mineira tradicional: deixou o atual governador, Fernando Pimentel (PT) de fora da disputa no primeiro turno, e agora no segundo turno venceu Antônio Anastasia, do PSDB, e herdeiro do capital político do correligionário Aécio Neves. Anastasia teve 28,60% dos votos válidos, até o momento.

Na próxima legislatura, a Assembleia mineira contará com oito novos partidos, passando de 19 para 27 legendas representadas. O estreante que elegeu mais parlamentares foi o PSL, de Jair Bolsonaro, com seis candidatos matematicamente eleitos. A legenda que mais perdeu representação foi o MDB, que ficou sem 7 das 14 vagas que possui atualmente. O partido com mais representantes será o PT, que passou de 8 para 10 ocupantes.

Zema definiu o apoio a Bolsonaro poucos dias antes do primeiro turno das eleições, à revelia de direção do NOVO, que no primeiro turno contava com a candidatura própria com João Amoedo. O gesto, feito nas em suas redes sociais, garantiu ao governador eleito começar o governo com uma base de apoio já estabelecida durante a campanha.

O novo governador é dono do bilionário Grupo Zema, rede de varejo forte em Minas Gerais que tem 430 lojas e um faturamento de 4,5 bilhões de reais. Aos 53 anos, o empresário sempre atuou nos negócios da família e até poucos meses atrás era o presidente do conselho de administração do grupo, que atua em setores diversos: da moda aos postos de combustíveis, passando pelo carro-chefe que são as lojas de que são as lojas de eletrodomésticos e móveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *