Projeto obriga divulgação da lista dos plantonistas nas unidades de saúde

O vereador João Bosco New Texas (PMN) destacou que a proposta é de grande importância para usa as unidades do Sistema Único de Saúde (SUS) – Foto Samuel Junio Tomaz

Neste último dia 5, foi aprovado em primeiro turno, na Câmara de Vereadores, o Projeto de Lei 003/2018 que obriga as unidades de saúde instaladas em Contagem a fixarem em espaço visível para a população uma lista dos nomes dos médicos plantonistas e as especialidades de cada um.

O vereador João Bosco New Texas (PMN) destacou que a proposta é de grande importância para o dia a dia, principalmente, para quem usa as unidades do Sistema Único de Saúde (SUS). “Sobre tudo o projeto vem ao encontro daquilo que as pessoas tanto buscam, de certa forma, em Contagem e no Brasil, que é em relação à transparência no setor público”, disse o vereador.

Dados do Instituto de Geografia e Estáticas (IBGE) apresenta que o município de Contagem possui 170 unidades de saúde da rede pública. O parlamentar destaca que são inúmeros os relatos e casos que chegam ao conhecimento dele, de várias vezes as pessoas aguardarem pelo atendimento de um médico, mas elas nem sabem se tem, ou se existe o profissional. João Bosco ressalta que o mais importante é que a partir do momento em que as Unidades Básicas de Saúde, Hospitais e Clínicas, principalmente, da rede pública, fixarem essas listas a população passa a ter conhecimento se o médico está de plantão na unidade e qual a especialidade dele. “O projeto busca essa transparência para o cidadão ficar mais tranquilo no sentido de saber quem vai atendê-lo e se tem o especialista para o que ele precisaisso”, pontua.

O vereador está muito contente pela aceitação dos colegas vereadores, mesmo que ainda seja a aprovação em primeiro turno. “O projeto foi aprovado em primeiro turno e acredito que os demais colegas entendam o alcance e a importância desse projeto na promoção da dignidade para todos os munícipes”, colocou.

No ano passado, o vereador Capitão Fontes (MDB) apresentou o mesmo projeto, porém, a proposta não andou e ficou paralisada no processo e não chegou as Comissões devidas, para ser apresentado em plenário.

No entanto, o vereador João Bosco New Texas (PMN) fez uso do Regimento Interno da Câmara, que permite todo o projeto parado na Casa Legislativa num período de 30 dias ou mais ser apresentado por outro parlamentar se assim tiver interesse na proposta.”Fiz o uso do regimento interno, seguindo o 3º Paragrafo, do Art 83 foi isso que eu fiz, porém, o amigo vereador Capitão Fontes, entendeu a situação e acatou por assinarmos o projeto juntos, pois o objetivo é maior, que é atender a população de Contagem”, disse João Bosco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *