Represa de Várzea das Flores será interditada no Carnaval

Sistemas Produtores RMBH_Vargem das Flores

A Copasa, em  parceria com as Prefeituras e Promotorias de Justiça de Betim e Contagem, com o Corpo de Bombeiros do Estado de Minas Gerais, com a Polícia Militar Estadual  do Meio Ambiente, com o Conselho da Área de Proteção Ambiental Várzea das Flores (APA) e com o Instituto Estadual de Florestas (IEF), decidiram pela interdição da orla da represa Várzea das Flores, durante o carnaval, que neste ano de 2019, acontecerá nos dias 02 a 05 de março.

A medida que ocorre desde 2015, proíbe a prática de esportes naúticos e a realização de eventos festivos na orla da represa, com o objetivo de preservar a lagoa e evitar danos ambientais que venham  prejudicar o abastecimento público da Região Metropolina de Belo Horizonte (RMBH). Para isso, durante os dias de carnaval todos os acessos à represa serão fechados e fiscalizados/patrulhados.

Este ano, a medida se tornou ainda mais importante em razão do rompimento da barragem da Mina do Feijão, de responsabilidade da VALE, em Brumadinho, que motivou a interrupção da captação de água do rio Paraopeba, em operação desde 2015.

A represa Várzea das Flores, situada entre os municípios de Betim e Contagem, é um dos cinco mananciais que compõe o sistema integrado de abastecimento metropolitano. Com uma extensão de 550 hectares e uma produção diária de 1400 litros de água por segundo, a represa é responsável pelo fornecimento de água que abastece parte das cidades de  Belo Horizonte, Betim, Contagem, esmeraldas, Ibirité, Lagoa Santa, Matozinhos, Pedro Leopoldo, Ribeirão das Neves, Santa Luzia, São José da Lapa e Vespasiano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *