Vereadores cobram melhor estrutura para parques após as 18h

Foto Samuel Junio Tomaz

Um requerimento apresentado pela vereadora Glória da Aposentadoria (PRB) na plenária desta terça-feira, dia 12, na Câmara Municipal de Contagem reacendeu um debate recorrente no Legislativo: o horário reduzido de abertura dos parques da cidade e a falta de melhor estrutura para os frequentadores.

A vereadora falou sobre o Parque das Amendoeiras, na regional Nacional, solicitando  que a Guarda Civil de Contagem garanta a segurança para que a área possa ficar à disposição da comunidade no período noturno. “Pela segunda vez, venho pedir a presença da guarda municipal no Parque das Amendoeiras. São mais de mil pessoas que passam por ali após as 18 horas, fazendo a caminhada, e o parque é fechado por falta de segurança, porque a guarda não está mais lá”, destacou Glória.

 

Moradora da região, a parlamentar ressaltou que já foi feito um abaixo-assinado pedindo o retorno da força de segurança e a extensão do horário de funcionamento do local. “É um absurdo, porque o parque é frequentado por várias pessoas e, na hora que elas chegam do serviço, que é quando podem fazer a caminhada, encontram o local fechado. Deixo meu apelo em nome da comunidade”, completou.

O presidente da Câmara, vereador Daniel Carvalho (PV) participou da discussão, pedindo maior investimento na prática de atividades físicas na cidade como medida de prevenção a doenças. Ele destacou que o sedentarismo é um problema de saúde pública em todo o mundo, e que Contagem “está na contramão, quando deixa de abrir os parques para a prática das caminhadas, até porque é muito mais barato prevenir com exercício, do que gastar com o tratamento de doenças nas unidades de saúde”.

Parque Ecológico do Eldorado

Em aparte, o vereador Arnaldo de Oliveira (PTB) lembrou que algo semelhante ao Amendoeiras acontece em outras áreas da cidade. “O Parque Ecológico do Eldorado está em estado lastimável e passa pela mesma situação. O trabalhador que sai para fazer caminhada, normalmente o faz antes do trabalho ou no final da tarde, mas o parque abre 7h e fecha às 17h. Isso não pode estar certo!”, reclamou o parlamentar.

Arnaldo acrescentou que esteve no local no último domingo, identificou uma série de problemas, e retornou no dia seguinte com o líder de governo na Câmara, Teteco (MDB), e com o subsecretário de governo, Adriano Henrique Fontoura. “Estivemos lá para mostrar a situação de abandono e cobrar uma atitude, pois não podemos ficar com nossos espaços de lazer fechados nesses horários e, quando abertos, com sérios problemas, como banheiros fechados por causa de problemas de fossa”, explicou.

Parque do Sapucaias

Jair Tropical (PCdoB) aproveitou a oportunidade para reforçar seu pedido para o Parque do Sapucaias I, na regional Petrolândia, pela presença da Guarda Civil e de funcionários que ajudem na administração e manutenção do local. “Faço um apelo ao governo municipal, pois o parque está abandonado, não tem a guarda, não tem gerente, não tem ninguém. É um parque bem construído, com uma lagoa maravilhosa, mas está sendo destruído, por falta de cuidado e investimento”, desabafou.

Outras demandas e resposta

Ainda em relação ao cuidado com as áreas de lazer, outros vereadores apresentaram demandas e cobraram respostas da administração municipal. Dr. Rubens Campos (PSDC) reforçou a importância das atividades físicas e destacou que há necessidade de intervenções em toda a cidade, citando, como exemplo, a reivindicação da comunidade da Vila Barroquinha, no Praia, por cobertura em uma quadra de esportes.

Alex Chiodi (SD) ressaltou que esses problemas apresentados são da cidade inteira, e retomou o pedido por capina, limpeza e troca de lâmpadas nos locais públicos, incluindo os parques e praças. Por fim, reforçou a necessidade de que o Executivo apresente um cronograma desses serviços em todos os bairros da cidade, para que os vereadores dêem uma satisfação para os cidadãos.

Em resposta, Teteco ressaltou que já conversou com a Secretaria de Governo sobre o Parque do Eldorado e que, diante das várias solicitações nesse sentido, marcará uma reunião entre a administração municipal e os vereadores ainda nesta semana, para esclarecer sobre os cuidados com parques, praças e outros locais públicos.

A vereadora Silvinha Dudu (PCdoB) encerrou o debate, retomando os problemas do Parque das Amendoeiras. Ela destacou que já liderou um abaixo-assinado pedindo a volta da Guarda Civil e, em seguida, solicitou uma reforma no parque, incluindo a sala que era ocupada pelos guardas. Por fim, reclamou do tratamento dispensado pelas secretarias municipais em relação às solicitações dos vereadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *