Contagem é a primeira cidade de Minas na oferta de vagas de emprego

Foto Elias Ramos

Abertura de postos de trabalho aumentou 46,7% no primeiro semestre de 2019, na comparação com o mesmo período no ano anterior

Contagem foi o município que mais abriu vagas de empregos formais em Minas Gerais, em maio deste ano, ao ofertar 1.020 novos postos de trabalho. O ranking foi divulgado pela Secretaria de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social (Sedese) com base em dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério da Economia. Além disso, o Sistema Nacional de Empregos (Sine Contagem), braço da Secretaria Municipal de Trabalho e Geração de Renda, apontou crescimento de 46,7% das vagas de emprego de janeiro a junho de 2019, na comparação com o mesmo período do ano anterior, saltando de 1.592 para 2.336.

 

Morador do bairro Industrial e pai de dois filhos, Mário Lúcio Marques, de 49 anos, estava desempregado há um ano e meio e foi reinserido no mercado de trabalho por meio do Sine. Ele foi contratado por uma prestadora de serviços de um atacarejo recém-chegada a Contagem. “Eles (Sine) estão abrindo a porta para a gente. Fiquei muito satisfeito e sou muito grato. Quando a gente fica parado, dá tristeza. Fui ao Sine e tive essa oportunidade. Dá satisfação, porque o homem tem dignidade ao trabalhar. Graças a Deus estou empregado”, comemorou.

Mário Lúcio elogiou a acolhida que teve no Sine. “Tive apoio, tem um pessoal lá muito bacana para trocar ideia com a gente. Me receberam muito bem”, avaliou. Com o emprego novo e uma renda fixa ele pode planejar de maneira mais adequada o cotidiano da família.

Compromisso da Prefeitura

O secretário Municipal de Trabalho e Geração de Renda, Fredim Carneiro, ressalta que a expansão da oferta de emprego em Contagem é reflexo do compromisso da prefeitura no fomento de políticas públicas para a atração de novos negócios, a instalação de empresas ou expansão das já instaladas na cidade. A Administração Municipal executa programas de capacitação da população com base na vocação do município para a criação de negócios e ampliação do ramo empresarial.

“Sempre procuramos as empresas no sentido de buscar novas oportunidades para a criação de vagas ou a abertura de novos negócios e unidades. O trabalho é constante nesse sentido, tanto que estamos sempre presenciando a abertura de atacarejos na cidade. Quero destacar também a atuação da nossa equipe, que busca melhorar continuamente as ferramentas existentes para colocá-las à disposição do trabalhador e do empregador”, afirmou Fredim Carneiro.

O secretário destaca que o Sine Contagem mantém o “Banco de empregos”, que pode ser acessado pela internet. Nele são oferecidas vagas de emprego disponíveis em empresas atuantes no município. O órgão também tem espaço físico para emissão de documentos, para que o interessado se torne apto a concorrer a uma vaga de trabalho. Há uma equipe de atendentes e técnicos qualificados para atender todos os trabalhadores que procuram os serviços prestados pela entidade. No Sine, o empregador, em local reservado, participa de entrevista e seleção dos candidatos.

Serviço itinerante

Fredim Carneiro também aponta a eficácia do “Sine Móvel”. Uma base montada no interior de um caminhão que se desloca por toda a cidade, proporcionando aos que buscam uma oportunidade de emprego maior proximidade com a vaga em aberto. Além disso, uma equipe de captação de vagas busca parcerias com empresas.

O Centro de Formação do Trabalhador de Contagem (Cefort) é outro instrumento com viés social voltado à capacitação, formação e inserção de trabalhadores no mercado para a geração de renda. O Cefort conta com 26 lojas e dois galpões onde são ministrados cursos de qualificação em parceria com órgãos governamentais e não governamentais.

Parceria com as empresas

Com negócios iniciados há quatro anos em Contagem, a Care Assistência, empresa do ramo de proteção veicular, tem o Sine Contagem como parceiro. Conforme Dionízio Lopes, superintendente comercial da Care, além desta parceria, as boas práticas da Prefeitura para desburocratizar e incentivar os empreendimentos na cidade foram decisivos na escolha pela instalação no município.

A captação de candidatos pelo Sine, com perfil alinhado às demandas da empresa, facilita na hora da contratação. “Eles já selecionam o candidato dentro do perfil que a gente precisa. Quando eu chego lá, a metade do meu trabalho já está resolvida. Mais de 100 pessoas que tenho hoje aqui foram contratadas via Sine”, afirmou o dirigente. Atualmente, a empresa tem 240 funcionários.

A meta é dobrar o número de funcionários até o final deste ano. “Queremos que o Sine continue a trazer pessoas da cidade para trabalhar conosco. Hoje, nós buscamos clientes em todo o território nacional. No meu crescimento, eu conto com o Sine como parceiro. Eles têm um canal de comunicação extremamente interessante. A gente teve a felicidade de conhecê-los e a gente não larga mais”, finalizou Dionízio Lopes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *