A nova cara da Câmara: 43% de renovação e o dobro de mulheres da atual legislatura

Foto Divulgação

Em Contagem, apesar de ainda serem minoria, as mulheres mostraram força nessas eleições. Para o próximo mandato serão quatro vereadoras, o dobro do quantitativo atual. E duas delas foram as mais votadas: Silvinha Dudu (PV), com 6.414 votos; e Glória da Aposentadoria (PSDB), com 4.989 votos. Ambas já exercem o cargo e garantiram a reeleição.
A bancada feminina receberá o reforço de Daisy Silva, do Republicanos, que conseguiu 4.422 votos, e de Moara Sabóia, do PT, que foi eleita com 1.742 votos.
Além de Silvinha Dudu e Glória da Aposentadoria, outros 11 vereadores conseguiram se reeleger em Contagem: Arnaldo de Oliveira (PTB), Vinícius Faria (Republicanos), Alex Chiodi (Solidariedade), Daniel Carvalho (PL), Bruno Barreiro (PV), Pastor Itamar (PSC), José Carlos Gomes (Avante), Daniel do Irineu (PP), Teteco (MDB) e Zé Antônio do Hospital (PT).
Entre os novatos estão Léo da Academia (PL), Denilson da Juc (PSL), Daisy Silva (Republicanos), Gegê Marreco (PTB), Carlin Moura (PDT), Ronaldo Babão (Cidadania), Hugo Vilaça (Avante), Abne Motta (DC) e Moara (PT).
Não se elegeram: Jerson Caxicó, Alessandro Henrique, Jair Tropical, Dr. Rubens Campos e Alexandre Xexeu. Rogério Marreco não se candidatou. Dr. Wellington Ortopedista, Capitão Fontes e Ivayr Soalheiro preferiram participar da majoritária.
A configuração dos partidos novamente ficou diluída em 15 legendas diferentes. Com dois vereadores eleitos cada estão o PV, PTB, PL, Republicanos, Avante e o PT. Já o PSDB, o PSL, o Solidariedade, o PSC, PP, MDB, PDT, Cidadania e o DC terão um parlamentar cada.
Se Marília Campos (PT) for eleita no segundo turno ela terá três vereadores favoráveis, pertencentes à sua coligação, sendo dois do PT e um do MDB.
Já Felipe Saliba (DEM), caso vença, terá apenas um vereador aliado, do PP. Seu partido não elegeu parlamentares. Em ambos os casos, o novo prefeito ou prefeita terá que costurar alianças para poder governar.
Algumas legendas, como o PTC, o PODE, o PSB e o PCdoB deixaram de ter representatividade no Legislativo Contagense.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *