Polícia prende suspeito de matar professor universitário

Suspeito de matar professor foi preso pela primeira vez em 2015 – (Foto: Reprodução/TV Globo)

Foi preso nessa terça-feira, dia 16,  Rodrigo Lopes dos Santos, suspeito de matar o professor universitário Rafael Adriano de Oliveira, em 2015. O crime ocorreu em Contagem.

Rodrigo já havia sido detido na época das investigações. Mas, segundo a PM, atualmente havia um mandado de prisão preventiva contra ele por este crime. Na tarde passada, denúncias apontaram que ele estava morando em uma casa na Vila São Lucas, no Aglomerado da Serra.

De acordo com as investigações, o suspeito era garoto de programa e mantinha um relacionamento com a vítima desde 2013.Na época do assassinato, Rodrigo chegou a ficar preso durante cerca de um mês em São Joaquim de Bicas, também na Grande BH, mas foi liberado após receber um alvará de soltura, de acordo com a Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap). Entretanto, a Justiça determinou que ele voltasse para prisão.

A advogada Lorena de Oliveira disse que seu cliente é réu confesso e que espera um julgamento justo. Segundo ela, Rodrigo não estava fugindo e “inclusive foi preso em seu local de trabalho”. Segundo a advogada, o julgamento foi marcado para este ano.

O crime

Rafael Adriano de Oliveira Severo foi morto no dia 3 de outubro de 2015, no bairro Braúnas, em Contagem.

De acordo com as investigações, um mês antes do crime, o professor descobriu que o suspeito era casado e tinha um filho. Isso teria sido o motivo de uma confusão entre os dois, já que a vítima queria um relacionamento estável.

“Tivemos a confirmação que eles se relacionam desde março de 2013. A vítima o contratava como garoto de programa”, explicou o delegado  Alex Machado, da Delegacia Especializada de Homicídios de Contagem, responsável pelo caso na época.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *