Mais segurança: Feira do Amazonas passa a funcionar na rua Tiradentes

Foto Paulo Pereira

A feira do Amazonas está em novo endereço. Com a publicação do  Decreto nº 1.816, ela pôde retomar as atividades, assim como as demais (feiras do Eldorado e de Nova Contagem), no último domingo, dia 4.  E para garantir mais segurança e adequação das medidas sanitárias exigidas pelo Município, a feira do Amazonas funciona, agora, na rua Tiradentes. A decisão de transferi-la para uma via mais extensa foi tomada em reunião realizada entre expositores e integrantes de diversas secretarias e órgãos municipais, inclusive da segurança pública.

As três feiras livres foram abertas neste fim de semana: a do Amazonas, a do Eldorado e a de Vargem das Flores. Com a reabertura, cerca de 25 mil pessoas, público que frequentava as feiras ao longo do sábado e do domingo antes da pandemia de coronavírus, poderam voltar a fazer compras de forma segura nestes locais.

Os protocolos para reabertura das feiras estão descritos no Decreto nº 1.816, com diversos regramentos, por exemplo, como a observância de uma distância de dois metros entre as mesas. Os feirantes devem disponibilizar dispensadores com álcool 70% em cada barraca. É obrigatório o uso de máscara por todos, frequentadores e feirantes. A máquina de pagamento precisa ser coberta com filme plástico e higienizada após o uso. O uso de provadores está vetado, bem como apresentações de dança, teatro e música.

Feira do Amazonas

A feira tem cerca de mil metros de extensão e vai do cruzamento da Tiradentes com avenida Juscelino Kubitscheck até o trecho em que a Tiradentes cruza a avenida Coronel Benjamim Guimarães. Com a abertura da feira, os cerca de 580 feirantes da feira puderam expor seus produtos, que vão desde doces, caldo de cana e pastel, feijão tropeiro, carnes, acarajés, sorvetes, pimentas, licores e chopes artesanais, farofas, ovos e mel e também roupas para todos os tamanhos e idades, bolsas, calçados e bijuterias, brinquedos, plantas, móveis e objetos de decoração.

Nas barracas, informações de segurança para a prevenção e o combate à Covid-19 e álcool em gel disponível para os clientes. Máscaras, inclusive, podiam ser adquiridas junto a ambulantes que transitavam pelo local no domingo (4/10). O gerente da feira, Luiz Carlos, afirma que aproximadamente 1.200 pessoas trabalham direta ou indiretamente na feira. “Muita gente depende da feira para o sustento. As pessoas estão satisfeitas com a mudança de local da feira”, afirma.

A feira do Amazonas funcionou por décadas na avenida Alvarenga Peixoto, mas em 19 janeiro deste ano, depois de uma das fortes chuvas que assolou o estado de Minas Gerais, a feira foi destruída. Com isso, os feirantes tiveram que retomar os trabalhos em outro lugar. A feira, então, passou a acontecer na avenida Juscelino Kubitschek (JK). Contudo, com a chegada da pandemia do coronavírus no Brasil, em meados de março deste ano, a feira do Amazonas teve o funcionamento suspenso, bem como as duas outras feiras livres do município.

O retorno das feiras livres, que ocorre após quase sete meses, trouxe de novo os muitos cheiros, texturas, cores e formas das feiras e a esperança de novamente ver os negócios irem de vento em popa. Vanessa Arruda, que comercializa roupas em uma das barracas da feira do Amazonas, está otimista. “Gostei muito da mudança. Está mais espaçoso. Estamos seguindo as regras de combate e prevenção ao coronavírus e esperamos que dê tudo certo”, anseia a expositora.

Raimundo Lino comercializa seu famoso pé-de-moleque, feito na hora, há mais ou menos 25 anos na feira do Amazonas. O doce é feito ali mesmo, no dia de feira e na presença do cliente. O freguês pode levar para casa um quitute ainda quente. Seu Raimundo é mais um feirante que aprovou a mudança de lugar da feira do Amazonas. Raimundo estava de máscara e toma todos os cuidados necessários para a prevenção e o combate à Covid-19. “Tem que ter asseio”, frisa.

Feiras livres em Contagem 

– Feira do Eldorado: volta ao funcionar aos sábados, das 8h às 17h, avenida João César de Oliveira, próximo ao Centro de Consultas Especializadas (CCE) Iria Diniz. Aos domingos, passa a funcionar na avenida José Faria da Rocha, próximo ao CCE Iria Diniz;

– Feira de Vargem das Flores: volta a funcionar aos sábados e domingos, das 8h às 17h, na rua Ápio Cardoso; Feira do Amazonas passa a funcionar na rua Tiradentes

– Feira do Amazonas: passa a funcionar aos domingos, na rua Tiradentes, das 8h às 17h.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *